Pioneiros / Marinheiros » Abrigo » Mística, Imaginário e Simbologia   Entrar :: English  ::  Contactos
 Pesquisar

   Mística, Imaginário e Simbologia


A Mística proposta para Pioneiros/Ma­rinheiros resume-se na frase: A Igreja em Construção.
 
Pressupondo o reconhecimento de que o Criador é a fonte de todos os dons, considerando que Deus nos co­locou neste mundo para realizar um projecto de felicidade para toda a Hu­manidade, e tendo por base, ainda, que a nossa participação nesse projecto tem origem na Aliança que Deus firmou com os Homens, o Pioneiro/Marinheiro começa a descobrir as consequências de ter caminhado em direcção à Terra Prometida. Ou seja, é hora de amadu­recer a fé que professa, e é altura para redescobrir o significado do seu bap­tismo, mediante o qual foi configurado com Cristo.
 
O Pioneiro/Marinheiro descobre que ser membro de Cristo faz dele artífice da Nova Humanidade. Descobre ainda que é parte de um todo mais vasto e que, no respeito absoluto pela sua individualida­de, ele é membro da Igreja, Corpo Místico de Cristo.
 
Provavelmente, será mais imediato o reconhecimento do valor da comu­nidade, numa escala menor, isto é, na equipa/equipagem. Depois desse reco­nhecimento, seguir-se-á a abertura aos outros e, num nível mais amadurecido, a consciência de que cada baptizado é membro activo da Igreja e que, portanto, tem um papel útil, necessário e insubs­tituível na Comunidade Cristã. É impor­tante recordar que a Mística representa um ideal a alcançar no final da passagem pela terceira Secção.
 
Esta Mística sugere ao Pioneiro/Mari­nheiro que ele é chamado a colocar os seus talentos ao serviço da Comunidade e a assumir a tarefa de ser construtor de comunhão. Tem, por isso, um sentido profundamente eclesiológico.
 
 
 
 Imprimir   




© 2008 Copyright - Portal Oficial do Corpo Nacional de Escutas - Todos os direitos reservados.
Colaboradores - Avisos legais - Sugestões/Erros