ANIMAÇÃO - CANCIONEIRO <<

 

A PLAINA

 

 

A plaina corre ligeira

chária, chária, chária, ô

tornando lisa a madeira

chária, chária, chária, ô

No viçoso bosque em flor

sente-se o mesmo rumor

chária, chária,

chária, chária,

chária, chária, ô

 

No torno se amolda o aço

crissa, crissa, crissa, ô

com arte amor e cansaço

crissa, crissa, crissa, ô

Na bigorna do ferreiro

bate o martelo certeiro

crissa, crissa,

crissa, crissa,

crissa, crissa, ô

 

O rochedo, antes da aurora

pinga, pinga, pinga, ô

aos golpes do picão chora

pinga, pinga, pinga, ô

Um artista com suor

lhe dará forma melhor

pinga, pinga, 

pinga, pinga, 

pinga, pinga, ô

 

O mineiro com destreza

(boca fechada)

da terra vence a dureza

(boca fechada)

Trabalha desdemanhã

sempre alerta e com afã

(boca fechada)

 

As mãos negras dão vida

fária, fária, fária, ô

à terra verde florida

fária, fária, fária, ô

O trabalho é harmonia

felicidade e alegria

fária, fária, 

crissa, crissa,

pinga, pinga, 

(boca fechada).